Este procedimento consiste em medir a refração de ambos os olhos (binocular) da criança. Usados em pupilas não dilatadas, o autorefrator pediátrico oferece cuidados oculares com uma refração de linha de base confiável no contexto de um exame inicial, para identificar referências falso-positivas. Se uma retinoscopia com cicloplegia for necessária, a refração basal fornece um ponto de partida valioso para medições de miopia, astigmatismo e eixo. Com a possibilidade de conectar o dispositivo ao seu sistema EMR (registro médico eletrônico), existem várias maneiras de documentar os resultados da medição. Este exame fornece uma ótima solução para o rastreio de visão rápido e valores de medição confiáveis de: Refração (esfera, cilindro, eixo), diâmetro da pupila e distância da pupila e simetria de reflexos corneal. Com estes valores de medição, é possível detectar os transtornos mais comuns na visão da criança: hipermetropia, miopia, astigmatismo (visão turva), anisometropia (refração desigual), anisocoria (tamanho desigual da pupila) e estrabismo (desalinhamento do olho). As medidas podem ser constatadas em menos de um segundo e com a presença de óculos ou lentes de contato, não causando incômodo na criança. O procedimento é indicado para crianças acima de 6 meses de idade. e verbal, ou seja, cerca de 2 anos. Porém nada impede que este exame seja aplicado em crianças maiores.