O que é percepção de profundidade e para que serve?

Percepção de profundidade

O que é percepção de profundidade e para que serve?

A chamada percepção de profundidade é a capacidade de ver objetos em três dimensões (profundidade, comprimento e largura), além de analisar e definir a distância entre o observador e aquilo que é observado.

Percepção e Profundidade

Percepção e Profundidade

A visão estereoscópica

Entretanto, já sabemos que os seres humanos têm uma visão binocular.

Isto é, enxergamos as coisas devido à junção do trabalho do olho direito com o olho esquerdo.

Aliás, essa adaptação evolutiva traz uma série de benefícios para os seres humanos.

Por exemplo, se tivermos um olho com problemas a visão continuará, uma vez, contudo,  que o olho sadio fará uma espécie de compensação para equilibrar a situação.

Mas não é somente isso que torna tão evidente a importância da visão binocular para nós humanos.

Na realidade, é somente devido a ela que podemos ter a noção de profundidade, característica que é chamada de estereopsia.

Ademais todo esse processo ocorre dentro de nosso cérebro.

As imagens produzidas pelo olho esquerdo e pelo direito são processadas pelo nosso cérebro que as analisa e compara para formar apenas uma, com percepção de profundidade.

A visão estereoscópica

A visão estereoscópica

A importância da estereopsia

É inquestionável o fato de que sem a percepção de profundidade o desenvolvimento humano estaria muito prejudicado.

Quando observamos o histórico humano vamos perceber que a evolução e o progresso devem muito a estereopsia.

Por exemplo, sem ela nossos ancestrais enfrentariam muito mais problemas e dificuldades para criarem ferramentas e bens que contribuíram para a formação da civilização moderna.

Sem essa visão 3D humana, atividades simples e corriqueiras seriam extremamente afetadas: passar uma linha no fundo da agulha, estacionar o carro ou pegar uma bola.

Aliás, nem sequer cirurgias seriam realizadas, já que os médicos precisam ter noção de tamanho e distância para realizá-las.

É interessante ressaltar que a percepção de profundidade está intimamente relacionada com o correto alinhamento dos olhos, além da perfeita unificação das imagens realizada pelo cérebro.

A importância da estereopsia

A importância da estereopsia

 

 

Dificuldades relacionadas à percepção de profundidade

Pessoas que dependem muito da visão de apenas um olho, isto é, da visão monocular, geralmente apresentam dificuldades na noção de profundidade.

Entretanto, para aquelas que sempre tiveram uma boa visão em um dos olhos pode não ser tão difícil o processo de percepção de profundidade.

Na realidade, isso acontece porque o cérebro dessas pessoas encontrou uma forma de se ajustar e criar maneiras para lidar com as informações limitadas recebidas de um dos olhos.

Alguns dos principais problemas de visão que podem interferir na percepção de profundidade são o estrabismo, visão turva (em um olho), problemas relacionados ao nervo óptico, trauma em um dos olhos e ambliopia.

Dificuldades relacionadas à percepção de profundidade

Dificuldades relacionadas à percepção de profundidade

Agora que vimos o que é e como funciona a percepção de profundidade, confira mais alguns fatos sobre o olho humano:

  • A retina enxerga tudo de ponta de cabeça.
  • É o cérebro o grande responsável por adaptar as imagens para que as enxerguemos corretamente.
  • As imagens nunca chegam prontas.
  • Elas sempre são cortadas pela metade e distorcidas.
  • Novamente, é o cérebro que une as duas metades para que a composição seja correta.
  • Por mais incrível que pareça, os olhos humanos conseguem distinguir cerca de 50 mil tons de cinza.

Por fim, sempre é interessante lembrar que qualquer problema envolvendo a percepção de profundidade, ou qualquer outro aspecto da saúde da visão, deve ser analisado e tratado por profissionais capacitados na área.

Ir frequentemente ao oftalmologista, não é exagero, sim precaução.

Hoje em dia os pais já podem recorrer a exames e testes mais específicos, dessa forma, é possível garantir uma vida feliz e saudável para a criança.

Esses exames são capazes de detectar e diagnosticar qualquer pequena doença ou alteração, assim prevenindo problemas futuros.

Muitas dessas descobertas, quando tratadas desde cedo, podem trazer mais qualidade de vida para a criança! Consulte!

Gostou das dicas e das informações que foram dadas ao longo desse conteúdo?

Quer ficar por dentro de outros artigos?

Como esse, eles vão lhe auxiliar nos primeiros meses e anos da vida do seu filho!

Aproveite e se inscreva para receber a nossa Newsletter!

Curta, compartilhe e comente esse artigo.

Saiba mais sobre o teste do olhinho ampliado.

Nós, da Baby Eye Care Brasil, apoiamos o movimento a favor da saúde ocular dos bebês

e acreditamos que o diagnóstico precoce é o único caminho para uma saúde oftalmológica completa.

Gostaria de ter a chance de tratar o seu filho a tempo ou ao menos oferecer-lhe maior conforto?

Contate-nos para mais informações: (11) 3171-3123 ou contato@babyeyecarebrasil.com.br.

A Visão do bebê

www.babyeyecarebrasil.com.br

Dr. Homero Augusto de Miranda II é formado pela Faculdade de Medicina da Santa Casa da São Paulo em 1994, onde também fez sua residência e fellowship (Hospital Santa Casa em São Paulo). Membro do Conselho Brasileiro de Oftalmologia e Academia Americana de Oftalmologia.

Dr. Homero

Dr. Homero

 

Artigos relacionados

Gostou desse artigo? Então compartilhe nas redes sociais:

Comments are closed.

WhatsApp Entre em contato